Caprichoso recebe financiamento coletivo para produção do CD 2018
09/01/2018 - 21h35 em Boi Caprichoso

Uma das primeiras ajudas financeiras na plataforma crowdfunding foi do torcedor paulista, Ricardo Fábio

 

De São Paulo, capital, o diretor de espetáculos, ator de dublagem e cantor Ricardo Fábio fez duas doações à campanha de financiamento coletivo, na plataforma crowdfunding, para colaborar com a produção do CD Caprichoso 2018 “Sabedoria Popular: Uma Revolução Ancestral”. O artista paulista conheceu pela primeira vez o Boi Caprichoso na temporada 2017, quando veio a Parintins e brincou no bumbá no ensaio geral para o lançamento do CD “A Poética do Imaginário Caboclo”, no curral Zeca Xibelão, no dia 23 de abril.

Intérprete oficial da música da série “Dragon Ball GT”, além cantar trilhas do novo filme “A Bela e a Fera”, Ricardo Fábio colocou voz, baking em toadas demos do Boi Caprichoso 2018 e se tornou co-autor de “Ancestralidade”. “Sou completamente apaixonado pelo Boi-Bumbá Caprichoso. Eu vi a campanha para produção do CD e, então, como torcedor que sou, não podia deixar de participar de alguma forma. A primeira ajuda foi divulgar nas redes sociais e depois resolvi contribuir financeiramente com uma determinada quantia. Eu me senti muito bem fazendo isso, contribuindo para que as novas toadas fossem para estúdio”, conta o músico.

No entendimento do artista, colaborar com a campanha, desenvolvida pela agencia oficial do Festival Folclórico de Parintins, Maná Produções, é ter um retorno das músicas em forma de CD ou outras mídias prontas para execução nos espetáculos do Boi Caprichoso. “No outro dia, pensei que minha doação poderia ser um pouco maior e voltei ao site para fazer mais doação. O que mais quero é que os músicos façam um bom trabalho em estúdio e que esse CD chega às nossas mãos, respeitando o cronograma estipulado pela diretoria do Boi Caprichoso, pelo Conselho de Arte e pelo presidente Babá Tupinambá”, afirma.

Ricardo Fábio se sente satisfeito em contribuir financeiramente com a produção do CD do Boi Caprichoso 2018 e diz que pode ajudar quantas vezes for necessário. “Os prêmios são tentadores, mas não foi esse o motivo da minha doação. Eu fiz por vontade e por amor ao boi. Dessa forma, eu diminuo um pouco a distância que existe entre a cidades de São Paulo e Parintins. Fazendo isso, eu começo a acreditar que estou mais próximo de tudo isso que é o Boi-Bumbá Caprichoso. Não passo um dia sem ouvir uma toada. Tudo que fiz foi para o Boi Caprichoso”, declara.

COMENTÁRIOS