Manacá festeja encontro de culturas no Roda de Ciranda e Toada
17/04/2018 - 0h15 em Movimento Marujada

Um público apaixonado por cultura lotou a casa de shows Trem de Minas para a primeira edição do ‘Roda de Ciranda e Toada’, promovido pelo Movimento Marujada na noite de sábado, 14, no município de Manacapuru – região metropolitana de Manaus.

O encontro dos maiores expoentes culturais do Amazonas – cirandas e boi-bumbá – não acontecia há quase cinco anos, quando a edição comemorativa de 25 anos do Bar do Boi visitou o município. Coube a mais uma edição especial de evento – o de 6 anos do projeto cultural Roda de Toada – unir toadeiros e cirandeiros em festa.

O ritmo contagiante das cirandadas abriu o evento, e contou com o bailado dos itens femininos das anfitriãs cirandas Guerreiros Mura e Flor Matizada para envolver o público no clima festivo.

A seguir, Boi Caprichoso chegou e, com as vozes dos levantadores David Assayag e Paulinho Viana, deu tom azulado à festa e envolveu o público no ritmo das toadas. O rufar de tambores da Marujada de Guerra, o caqueado dos grupos de dança e a vibração das torcidas não deixaram ninguém parado.

O Boi Caprichoso evoluiu junto ao público em êxtase. Convidada especial do evento, a cunhã poranga Marciele Albuquerque esbanjou garra e carisma.

Para o vice-presidente do Movimento Marujada, Keynes Breves, o evento superou as expectativas. “Cumprimos nosso papel de divulgar o Boi Caprichoso e promovemos a integração das culturas que representam nosso Estado. O carinho com o qual fomos recebidos em Manacapuru não tem preço”, disse.

O Roda de Ciranda e Toada contou com a parceria da Prefeitura de Manacapuru, Secretaria Municipal de Turismo e Cultura (Semtur) e Saullo Vianna.

 

Fotos: Domingos Raposo.

 

COMENTÁRIOS